10 de Junho, Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas

“Porque um tão raro amor não me socorre?
Ó humano tesouro! Ó doce glória!
Ditoso quem à morte por ti corre!
Sempre escrita estarás nesta memória;
E esta alma viverá, pois por ti morre,
Porque ao fim da batalha é a vitória.”
– Luís Vaz de Camões
26