Golpe de calor em animais de companhia

Numa altura em que se verifica o aumento das temperaturas, o Observatório Nacional para a Defesa dos Animais, alerta os detentores de animais de companhia, em particular os cães, para os perigos decorrentes do encerramento de animais em veículos automóveis.
 
Todos os anos, animais morrem ou ficam com graves sequelas, consequência dos golpes de calor a que são sujeitos, sendo uma das causas de morte mais comum nos animais de estimação no Verão.
 
Um golpe de calor (insolação ou hipertermia) leva a que a temperatura corporal do animal aumente acima do normal, uma vez que ao contrário dos humanos que conseguem transpirar através da pele, os cães e os gatos não transpiram, antes desencadeando um processo de arrefecimento corporal através da respiração (arfar) e das almofadas plantares.
 
Ao atingirem a temperatura de 41° a probabilidade dos animais em carros fechados entrarem em hipertermia aumenta, o que leva à falência de múltiplos órgãos e à morte.
 
SEJA RESPONSÁVEL. NÃO ARRISQUE A VIDA OU A SAÚDE DO SEU MELHOR AMIGO.
21